segunda-feira, abril 26, 2010

Se é irreversível para mim, então é reversível pra você.

Hoje foi uma manhã como as outras, levantei, tomei banho, troquei de roupa, tomei café da manhã, e como sempre, estava atrasada. Quando estava saindo de casa, ao passar pela sala, olhei para lá, e reparei que sua janela estava do mesmo jeito que estava ontem a noite quando você saiu. Você não dormiu em casa.


Ao ver aquilo eu fiquei perplexa! Como assim?
Onde você tinha dormido, e o mais importante: com quem?
Com esse fato, eu tive a confirmação: você realmente mudou, e muito.
Não tem mais nada em você daquele menino que eu conheci em setembro do ano passado. Aquele menino que só ia de casa pra faculdade, e da faculdade pra casa, que não bebia, que não fumava, que fazia gracinha sim, mais só comigo. Que não levava mulheres para o apê, e muito menos fazia festinhas.
Sinto falta daquele menino que eu conheci ano passado.
Daquele menino que era praticamente meu, 24 horas. Que só olhava pra mim.
Sinto falta da intensidade nos olhares que você me lançava, que eu chegava até a ficar sem graça. Como naquela música: "Ele me comia, com aqueles olhos de comer fotografia e eu disse cheese, e de close em close, fui perdendo a pose até sorrir, feliz". Sinto falta
daquela ligação forte que a gente tinha. Éramos quase um só. Duas auras num só corpo.
Sinto falta daquela época.

Naquela época, às coisas demoravam um pouco pra acontecer, mais eu gostava. Gostava daquele clima de paquera, de conquista pelo olhar. Você estava mais romântico, se importava mais comigo, e seus olhares eram mais freqüentes.
Nós passávamos o dia todo nos olhando, expondo nossos desejos para quem quisesse ver. Nos comunicávamos apenas pelo olhar, não precisávamos de palavras.

Porém, tudo mudou, e hoje a realidade é outra, infelizmente.
Você está distante, seus hábitos estão mudados. Os antigos? Simplesmente desapareceram. Deram lugar à outros, totalmente diferentes. Você mal fica em casa, e quando fica, é difícil de te ver. Está sempre correndo, sempre saindo. E a correria, eu tenho certeza que não é por causa dos estudos.
O jeito agora é eu me contentar com o que tenho, por que por mais que eu tente, essa situação parece irrevesível.

A cada passo que eu dou pra frente,sinto o meu corpo indo pra trás. E a cada hora que vivo sem sentido, parece me fazer te querer cada vez mais. Eu trago em mim apenas um sorriso, braços abertos pra te receber, mas acabo sempre triste e sozinho procurando uma maneira de entender: Se é irreversível para mim, então é reversível pra você.

@arymccartney

5 comentários:

grazi disse...

essa meniinaaa aii eh muiito apaaxonada por esse individuo so ki elle eh uma PESTE e neein percebe ou siimplismenti fiingi n percebeer ! affe

Natiih disse...

Concordoooooooooooo

Ary disse...

que isso? HAUHAU complô? ohgod

Ana's disse...

Sempre choro ao ler isso ... *-* !!
o Fdp [fofinho de papai(p nadizer outradoisa)] deveria tomar mais inciativa ... e a Rielzinha também !!

lucas disse...

uiaa *---*'

Postar um comentário