domingo, maio 23, 2010

Certas palavras

podem dizer muitas coisas. Certos olhares podem valer mais do que mil palavras. Certos momentos nos fazem esquecer que existe um mundo lá fora. Certos gestos, parecem sinais guiando-nos pelo caminho. Certos toques parecem estremecer todo nosso coração. Certos detalhes nos dão certeza de que existem pessoas especiais.






http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=95211181

sábado, maio 22, 2010

Some things that everyone has made


Já escondi um amor, com medo de perdê-lo, já perdi um amor por escondê-lo. Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos. Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso. Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos. Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem. Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram. Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir. Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi. Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto. Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir. Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam. Já tive crises de riso quando não podia. Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.


[autor desconhecido.]

sexta-feira, maio 21, 2010

Fearless.

To me, fearless is not the absence of fear. 
It's not being completely unafraid. To me, fearless is having fears. 
Fearless is having doubts. Lots of them. To me, fearless is living in 
spite of those things that scare you ti death. Fearless is falling madly 
in love again, even though youvé been hurt before. Fearless is walking 
into your freshmen year of high school at fifteen. Fearless is getting 
back up and fighting for what you want over and over again... even though 
every time you've tried before, you've lost. It's fearlesss to have faith 
that someday things will change. Fearless is having the courage to say 
goodbye to someone who only hurts you, even if you can't breathe without 
them. I thinks it's fearless to fall for you best friend, even though 
he's in love with someone else. And when someone apologizes to you enough times for things they'll never stop doing. I thinks it's fearless to stop 
believing them. It's fearless to say "you're NOT sorry", and walk away. I 
think loving someone despite what people htink is fearless . I think 
allowing yourself to cry on the bathroom floor is fearless. Letting go is 
fearless. Then, moving on and being alright... That's fearless too. But 
no matter what love throws at you, you have to believe in it. You have to 
believe in love stories and prince charmings and happily ever after. 


taylor swift

quinta-feira, maio 20, 2010

You belong with me



Você está no telefone com a sua namorada, ela está mal humorada, ela está chateada com algo que você disse.

Ela não entende o seu humor, como eu entendo.

Estou no meu quarto, é uma típica noite de terça-feira.
Estou ouvindo o tipo de musica que ela não gosta.
Ela nunca vai saber sua história, como eu sei.

Mas ela usa saias curtas, eu uso camisetas.
Ela é capitã de lideres de torcida, eu estou nas arquibancadas. 
Sonhando com o dia que você irá acordar e achar que o que você estava procurando esteve bem aqui, todo tempo.

Se você pudesse ver, que eu sou a única que te entende, que te teve aqui por todo esse tempo...

Então por que não pode ver que você pertence a mim ?



quarta-feira, maio 19, 2010

Bullying.

Eu fico indignada como tem gente nesse mundo que ainda vive para fazer o mal para outros.
Para criticar, falar mal, tentar deixar a pessoa pra baixo. E o mais engraçado, é que eles pagam pau.
Eles precisam falar dessa pessoa, bem o mal, eles tem que falar, já é uma obsessão.
Eles a perseguem, na escola, na internet. Tudo para tentar fazer ela ficar mal.
E se você foge, ou tenta ignorar, eles arrumam um jeito de te perturbar mais ainda.
Alguns sabem muito bem o que estão fazendo e mesmo assim continuam. Outros não sabem, mais ambos fazem isso por diversão.


Isso é BULLYING! E buyllying é crime
Na internet, é o cyber bullying, que também não deixa de ser um crime.
Não tenha medo e denunciem.
Vamos acabar com o bullying no Brasil! 



@arymccartney

terça-feira, maio 18, 2010

I want you




Quero poder ter seu carinho todos os dias.
Seus abraços todos os dias.
Suas piadas todos os dias.
Suas mensagens todos os dias.
Você me pegando no colo.
Você me protegendo.
Você me ligando.
Você me mordendo.
Você me fazendo dar risada.
Você fazendo cara de mau.
Você susurrando.
Quero seu beijo.
Quero seu amor.
Quero seu sorriso.
Quero você.


[autor desconhecido.]

domingo, maio 16, 2010

waiting you come back.


E eu fico aqui, te esperando voltar, para poder te ver novamente.
Já me acostumei a passar os finais de semana sem você, que é quando mais eu preciso de ti.
Se ao menos houvesse um jeito de te fazer ficar aqui ao invés de você ir...
Mas eu ainda vou descobrir, e você ainda vai ser meu.

As horas passam rápido, em um típico domingo em família. Mas não me importo com quem está aqui. Me importo com você, que não está aqui comigo.
Até passaria um tempo com o pessoal na sala, se você estivesse aí, porque seria mais uma desculpa para poder ficar te olhando, como sempre.

Tento fazer algo para o tempo passar rápido, porque eu sei que você chegará só ao final da tarde, como todo domingo. 
Gostava mais quando você voltava aos sábados, era menos tempo sem você.

Apesar de serem finais de semana, eu agradeço por eles passarem rápido.
Assim, verei você mais rápido, e logo começará mais uma semana.
Mais tempo com você, e mais tentativas frustradas.

E, durante a semana, mais uma vez, faço tudo o que eu posso para tentar te ter aqui por mais tempo possível.
Please, don't go!

@arymccartney

sábado, maio 15, 2010

here without you, baby.



Mais uma vez um vazio invade o meu coração, o meu ser.
E pela mesma razão: a sua ausência.
Estou começando a achar que eu realmente preciso de você novamente para respirar, para viver.
Depois de muito tempo, esse vazio volta a me consumir por dentro. Não me lembrava mais como era sentir isso por sua causa. E como antes, estou começando a não aguentar mais essa distância que existe entre nós.
Quero você por perto, quero nós, ao invés de você e eu. Quero você todos os finais de semana aqui, ao invés de estar todos os finais de semana lá. Quero você comigo, e não com ela. Quero que esse vazio dentro de mim se acabe, e sei que você é praticamente o único que poderá acabar com ele, só você me completa do jeito que eu preciso.


I'm here without you baby but you're still on my lonely mind 
I think about you baby and I dream about you all the time .


@arymccartney

Fico assim sem você.



A cidade cinza me mostra um novo começo. 
O meu novo recomeço. O novo recomeço de uma fênix que renasce das suas próprias cinzas.
É como se meu antigo eu, estivesse morto. E agora nascesse um novo eu, um eu que, como esse dia, é frio. 
Porém húmido.


Serei uma pessoa fria. Assim conseguirei suportar tudo isso, porque é coisa demais para uma garota de apenas 15 anos aguentar, e eu não estou dramatizando.
Mas, para aquelas pessoas boas, terei sentimentos, serei húmida.


Acho que já é hora de me fechar novamente. Fiquei muito tempo aberta.
E você, será o único que terá a chave para me abrir novamente.
Na verdade, você já a tem. Porque, da última vez, você que me abriu, e me mostrou o que era ser feliz novamente.
Me mostrou que não preciso me esconder do mundo como eu havia me escondido. Que não precisava me esconder entre as quatro paredes do meu quarto, que eu não precisava ficar sempre triste, sempre chorando, do jeito que eu estava.
Você me salvou de um possível suicídio, que não cometi.


Não que eu esteja prestes a tentar me suicidar novamente, não.
Mas estou prestes a me fechar para o mundo, novamente. Não quero mais viver aqui, não aguento mais tudo isso.
Se eu estou até hoje aqui, tenha certeza de que é por sua causa. Porque não aguentarei viver longe de ti.
Agora que você me encontrou, nunca mais quero ficar longe de você, nunca mais.
Sem você, eu não sei o que será de mim, e isso é tudo o que eu sei.
Eu te quero muito, e estou prestes a cometer uma loucura, podendo te perder pra sempre.
Mas não aguento mais ser você e eu, eu preciso de você e eu juntos, preciso de nós.
Não aguento mais viver sem te ter. 
Eu preciso de você.


"Eu não existo longe de você. 
E a solidão, é o meu pior castigo.
Eu conto as horas pra poder te ver..."


@arymccartney

sexta-feira, maio 14, 2010

Pra você lembrar


Te juro, eu fico feliz por você estar aqui. 
Sem você aqui, seria bem pior e eu não aguentaria segurar metade da barra que eu tento segurar...
Mas só te ver, não está sendo mais suficiente. Preciso de você ao meu lado, comigo. 
Com você ao meu lado, serei mais forte do que nunca, aguentarei muito mais coisas, e, serei feliz de um jeito que eu nunca fui.
Também realmente não ligaria para nada, o mundo poderia cair e eu não me importaria, porque você estaria ao meu lado. 
Poderia acontecer o que fosse, eu chegando em casa, te vendo e te tendo, logo esqueceria do que se passou.
Porque eu só preciso de você para que tudo fiquei bem...


"Mesmo de longe, eu queria te fazer sentir tudo o que eu sinto por você. Às vezes queria poder te ter, às vezes me sinto invisível para você. E eu vou voar, pra algum lugar com você, com você. Pra te encontrar, te dizer: te ter aqui, faz parte do meu jogo, me faz feliz, poder te ver de novo, vou te mostrar que falta muito pouco, para eu olhar no teu olho e dizer 'amo você'.
Todo o meu mundo, gira em torno de achar maneiras para te fazer sorrir. Mesmo a distância e o medo de perder, nada vai me fazer te esquecer. (...)
E se eu vou um dia te virar as costas, lembre que eu sou feliz só por você existir, só por estar aqui. E se um dia, me ver longe de mais, pensa em tudo o que eu sou capaz para te ver sorrir, te ver sorrir."
restart- pra você lembrar




@arymccartney

quinta-feira, maio 13, 2010

Maldita timidez


Um dia quase perfeito.
Só faltava ser selado com um beijo? E a minha coragem que resolveu se esconder, mais uma vez.
Já é difícil te encontrar fora dessas paredes, e quando encontro, não sei como agir, o que fazer, como respirar, por incrível que pareça, mais uma vez. Parece que tudo está voltando ao normal, e eu realmente fico muito feliz com isso. Pois só com você ao meu lado terei paz, novamente.


Fui a padaria para comprar algo, e estava no balcão da lanchonete esperando, quando vi que você também estava ali. Pensei em sentar perto, enquanto esperava, mas não sabendo como agir, acabei não indo.
Quando estava saindo de lá, eu te olhei. Olhei com vontade. Não quis esconder nada em meu olhar, deixei todos os meus sentimentos transparecer, para que você pudesse ver e entender.
E logo quando estava quase saindo de lá, ouço um 'oi'. E logo reconheci a sua voz. Mas já era tarde e você não podia mais me ver. Sem saber o que fazer, só voltei um pouco (mas não o suficiente para você me ver) e disse 'oi' também.
Como me faltava coragem, não fiz o que realmente eu deveria ter feito - voltado e te comprimentado direito, como eu queria- mas a maldita timidez, me empediu. Acabei indo embora, mas você não olhou novamente.


Chegando em casa, logo lembrei que tinha de ir à farmácia, então peguei o dinheiro e desci. Comprei o que precisava comprar, e voltei. 
Vi você virando a esquina. Só que, não daria tempo de te alcançar, pois você estava mais "adiantado" que eu, então quando não dava mais para você me ver, andei mais rápido, tentando não parecer desesperada.
Atravessei, mais você já tinha passado pelo meu portão, então toquei o interfoneNessa hora você virou pra trás, de relance, e na hora que viu quem era, continuou olhando. 
Minha avó perguntou quem era, e eu respondi com um simples: 'eu, vó'.


Um pouco mais tarde, quando não havia mais ninguém na sala, fui ver Flash Forward.
E quando você me viu ali, toda hora aparecia. E por algum motivo, eu achava fofo, quando você respondia para seus amigos: " na janela!". 
Eu não tinha porque reclamar, de você aparecer toda hora, é lógico. Porque estava adorando aquilo.
E quando você falou, a última frase do meu msn, que por a caso, era pra você, o meu coração realmente parou, e me faltou ar.
Queria conseguir te dizer um simples 'oi'. Mas não sei o que acontece comigo, eu travo, consigo apenas olhar e sorrir.
São os efeitos que você causa em mim. Mas deixo estar. 
Eu te amo, e difícilmente isso irá mudar. Só falta você entender isso e vir pra mim.


@arymccartney

quarta-feira, maio 12, 2010

you make me happy. *-*

Bom, hoje não vai ter texto :X
Estou feliz de mais para querer pensar em algo para escrever um texto, e querendo aproveitar bastante esse momento antes de escrever um texto sobre ele, novamente.
Como eu tenho medo de "perdê-lo" novamente, vou lá 'trabalhar' para que isso não aconteça novamente ! (: 
AHUSHASUHUA


beijos para os meus leitores, e amanhã tem texto! ;)


"Já faz um tempo, que estou tentando te dizer tudo que eu sinto por você. Meu coração é só seu, meu mundo é mais seu do que meu. E eu não vou negar, que é você que me completa. 

E eu quero te dizer, o quanto você é pra mim, e quero agradecer, por você estar aqui. Não quero que você vá pra longe de mim. Sou eu quem te faz feliz, eu prometo que vou estar com você (até o fim, até o fim)"



@arymccartney

segunda-feira, maio 10, 2010

Past


Me lembro bem quando eu estava me formando no pré, do dia da minha formatura, e do quanto eu chorei e bati o pé, não querendo nunca que aquele tempo acabasse.


Naquela época, eu realmente gostava de ir à escola. Por mais que eu não tivesse muitos amigos (na verdade, eu só tinha um, o Pedro), e já tivesse inimigos (inveja é phoda!), eu gostava de lá, me sentia bem.
Foi lá que eu me apaixonei pela primeira vez. Eu estava no segundo período, seu nome é Gabriel, e ele era menor que eu, rs. Era branquinho, loiro dos cabelos claros e lisos, e, se não me engano, tem os olhos cor de mel. Foi aí que nasceu a minha tara por loiros e a minha paixão pelo cruzeiro (ele era cruzeirence doente aos 5 anos de idade!).


Foi o melhor tempo da minha vida, do qual nunca irei me esquecer. Nele vivenciei o meu primeiro romance, por mais que eu me lembre vagamente dele. Mas sei que não é fruto da minha imaginação. 
Não me lembro o nome do garoto, Mas sei que era moreno, dos cabelos pretos, e acho que tinha a mesma altura que eu (não, eu não sou fissurada por altura, ou a primeira coisa que eu reparo é a altura, eu simplesmente lembro disso).


Lá também escutei o primeiro "I love you". Ainda estava no segundo período, e quem disse isso para mim foi o Bruno, um menino que era da minha salinha. Acho que éramos amigos.
No outro dia, eu perguntei minha tia, antes de ir para a escola, e ela me disse que significava "eu te amo". Na hora eu corei e fiquei super sem graça. Eu nem sabia o que era amor direito naquela época, e ouvir isso acho que me deixou feliz, tipo: "Mãe, alguém gosta de mim!" haha. Eu era tão bobinha e feliz.


Uma coincidência enorme é que, um dos garotos do qual eu gostava de ver, que me atraía (mais naquela época eu não tinha nem noção do que eu estava sentindo), mora exatamente onde hoje mora o meu atual amor. Até o quarto dos dois é/era o mesmo! 


Naquele tempo eu nem sabia direito o que era gostar de alguém, o que era o amor (não que hoje eu saiba TUDO sobre o assunto , mais enfim). Não estava nem aí para beijar, namorar, e também não havia necessidade alguma de ter o outro por perto. Eu simplesmente gostava e ponto. Não ligava muito para o amor.(Mas eu também tinha 4/5 anos, ? rs).
Só queria saber de brincar de boneca, ir a escola, ir à aula de ballet, de música, de fazer o que eu já fazia antes. Eu era uma criança, gostava de fazer coisas que uma criança antigamente fazia (hoje em dia muita coisa  está mudada). E não me importava mais com nada. Não precisava me importar com escola (fazer tarefas e etc.), em ter que eu gostava por perto, ou fazer de tudo para tê-lo, não precisava me importar em pagar contas, nem nada do tipo.


É um tempo que, infelizmente não volta mais. 
Às vezes eu ainda tenho vontade de voltar nesse tempo e reviver tudo novamente, não ter que me preocupar com nada, só em brincar.
Não ter que sofrer por amores não correspondidos, por amores complicados, nem nada parecido.


Mas não adianta viver no passado, porque o passado a gente não pode mudar, o presente e o futuro sim.
Viver e aprender no hoje, é o único jeito de aproveitarmos bem, para depois, anos depois, podermos relembrar este presente como um passado, e ter vontade de voltar nele e poder dizer: "aquela foi a melhor época da minha vida".


@arymccartney

domingo, maio 09, 2010

O dia das mães.



Queria estar junto da minha mãe hoje, para poder abraçá-la, beijá-la, e apertá-la...
Faz muita falta não ter uma mãe por perto. Ainda mais para nós, garotas. Que por mais que tenhamos nossas melhoras amigas, por mais que elas sejam verdadeiras, nossa mãe sempre será a melhor, a mais experiente, a conselheira, a que sempre fala as coisas, e, por mais que não queremos acreditar, ou bater o pé ao dizer que ela está errada, no fundo sempre sabemos que ela está certa. Ainda mais quando rogam pragas, rs. Praga de mãe sempre pega. Fato.


Eu sinto falta de ter minha mãe por perto, por mais que ela já tenha me deixado mal algumas vezes, e por mais que eu insisto em bater o pé ao dizer que não quero morar com ela novamente, porque ela está em outro continente, longe de tudo que eu gosto, às vezes bate aquela saudade insuportável, uma vontade de tê-la por perto. Porque mãe, só temos uma, e se não a temos por perto, nenhuma outra pessoa pode completar o vazio que está no lugar onde ficaria o amor e o carinho que ela nos dá.


E telefone, em qualquer ocasião, não supri essa falta. Nunca supriu e não será agora que vai suprir, right?
Mas alivia um pouco. Ouvir a voz mesmo não tendo a pessoa por perto, é melhor do que nada. 


Já faz 4 anos que eu não passo o dia das mães com a minha mãe. No primeiro ano foi horrível, mais depois você se acostuma com a falta que ela faz. É claro que, ao ver suas amigas com as suas mães, você vai sentir falta da sua, e querer tê-la por perto. 
Principalmente no dia das mães, no dia que foi dedicado à ela, e tudo o que você mais queria era estar com ela para entregar aquele presente que você comprou pra ela com todo amor e carinho.


Por mais que, provavelmente minha mãe não leia esse texto, e se ler, eu sei o quanto ela vai chorar, pois minha mãe é muito sensível, (se eu estou chorando, que dirá ela, rs), eu quero desejar a ela um feliz dia das mães (não só para ela, mais também para todas as mães!), e que ela saiba que eu sinto muito a falta dela, e que gostaria muito de estar com ela hoje para poder abraçá-la. 
Mãe, te amo!


@arymccartney

Bipolaridade ;


Sair, se divertir com os amigos é sempre bom. Right? Não.
Ainda mais quando se é emocionalmente bipolar. Em um momento você está feliz, brincando e rindo com os amigos, logo bate aquela carência, aquela falta de alguém especial, ou de algo, e você se fecha, e começa a ficar mal. E logo, o que era engraçado, já não tem mais graça, nada em volta te anima. Você olha em volta e percebe que não se encaixa mais ali.


Dai você vai pra casa, e para sua felicidade, você pega um táxi, com um taxista carente afim de conversa, sendo que você não está ai, nem para você mesma.
Você chega em casa, e percebe que não sabe porque ficou desse jeito, mais uma vez.
Você nunca entende, e nunca para para pensar sobre o assunto, pois acha uma falta de tempo. Mesmo sendo falta de tempo, seria importante fazer isso?


Liga o computador, entra no seu msn, olha seus contatos online, e ninguém interessante para conversar. Porém, continua online, vai que ele entra ?! Nunca se sabe.
Enquanto isso, você vai ler, pois é a única saída neste momento. 


Lê até se cansar, até quando o sono vem, dai você desliga seu computador, e vai dormir.
Para no outro dia, tudo começar de novo, a alegria, a tristeza, a falta de alguém, e, a maldita 
bipolaridade.


@arymccartney

sexta-feira, maio 07, 2010

When you're gone, the pieces of my heart are missing you


" I always needed time on my own
I never thought I'd need you there when I cry
And the days feel like years when I'm alone
And the bed where you lie
Is made up on your side

When you walk away I count the steps that you take
Do you see how much I need you right now?

When you're gone
The pieces of my heart are missing you
When you're gone
The face I came to know is missing too
When you're gone
The words I need to hear to always get me through the day
And make it ok
I miss you " 



When you're gone - Avril Lavigne

quinta-feira, maio 06, 2010

Please, don't go.

Não, eu não posso estar te perdendo desse jeito. 
Por favor, diz que isso tudo não passa de um pesadelo, que você não me esqueceu, que você ainda me ama, por favor!
Eu ainda quero te ter pra mim, quero nós juntos e felizes, isso não pode terminar desse jeito :/
eu te amo demais, e com você sim, eu juro, eu irei até o final.


Porque eu não consigo olhar para sua foto e não lembrar de tudo que já se passou entre a gente.
De quando eu te conheci, da serenata, da vez do bar, do encontro surpresa na esquina... de tudo.
Cada momento que você esteve presente na minha vida, difícilmente será esquecido.
Porque eu não quero mais ninguém, ah não ser você. E hoje eu percebi isso.


Hoje ao ver o filme "O diário de uma paixão", me fez lembrar de tudo, e me fez perceber isso. Se você é minha alma gêmea eu não sei.
Mas eu sei que só você me completa, de um jeito que nenhum outro até hoje completou. Só você me fará feliz do jeito que eu preciso.
Eu posso tentar ficar com raiva de você, mas logo passará, sempre passa.
Meu amor supera isso, como sempre.


E te ver indo embora, do jeito que eu vi hoje, indo para sei-lá-aonde, me fez cair aos pedaços.
Eu fiquei ali, implorando para você não ir, ao ver você se afastando, cada vez mais.
Queria ter coragem de, descer essas escadas correndo, ir atrás de você, te segurar e te pedir para não ir, 
para ficar e escutar tudo o que eu tenho para dizer à você.
Mas o que você diria para mim? Ao ver uma garota, chorando, com os olhos vermelhos, implorando para você não ir?
Talvez te comoveria, sim. Mas aí, você sentiria pena, e eu não quero sua pena, eu quero o seu amor.


Não aguento mais isso, eu tento pensar em algo para reverter essa situação...
mas, quanto mais eu penso, mais eu choro, não admitindo isso. 
E isso vai acabando comigo aos poucos. O que me salvou um dia, parece estar me deteriorando (por dentro) em outro...
Isso não pode terminar assim. Não, não e não.


E cada vez que eu te vejo indo embora, o meu coração se parte em mais de mil pedaços....

@arymccartney

quarta-feira, maio 05, 2010

Aonde quer que eu vá, te levo comigo.

"E eu quis escrever uma canção
Que pudesse te fazer sentir Pra mostrar que o meu coração
Ele só bate por ti

Como uma bela melodia pra dizer
O que eu não consigo explicar

Como uma bela melodia pra você ver
Tudo o que eu queria te falar
E dizer que é você que pode me mudar,
que pode me salvar

Eu vou te esperar
aonde quer que eu vá
aonde quer que eu vá
te levo comigo
"







Mais que à mim.



Quando te vi hoje, ao anoitecer, te reconheci de longe, como sempre.
Algo em mim sempre diz que é você, já é normal para mim. 


Ao te ver, meu coração não reagiu, não senti nada, simplesmente fiquei nervosa. Porém, isso ainda não é a prova que meu amor por você morreu, se não, eu não teria sentido nada por você estar perto.
Você dobrou a esquina, e veio. Eu te olhei, como sempre. Não reparei para onde você olhou, algo me distraiu na hora.


Na hora que você passou por mim, pelo meu lado direito, eu tentei disfarçar a vontade que havia em meu olhar, mas já era tarde demais. Simplesmente olhei para o chão, e logo quando você passou, virei e te olhei. Mas você não virou para trás. Seguiu em frente, como se nunca havia me conhecido. Naquele momento me convenci que talvez eu não tenha mais chances. Porém, continuei a te olhar, até te perder de vista.
Minha amiga te chamou, e eu à belisquei. Sei que você olhou, mais não quis olhar para trás. Não naquele momento.


Não sei mais o que faço em relação à você, já tentei tudo o que estava ao meu alcance (ou quase tudo). Minha vontade era de te chamar, pessoalmente, para conversar. Cara a cara, eu e você, mais ninguém. Um momento para "colocar as cartas na mesa".
Te dizer tudo, tudo mesmo. Te dizer que eu te amei mais que à mim, que ainda te amo, e que não quero deixar esse amor morrer. 
Te dizer que eu te quero para sempre, que ligação igual à nossa, não existe. Que nosso amor poderá superar tudo e todos, que estiverem no nosso caminho. Que poderemos sim, ser felizes para sempre.
E te perguntar o que você sente em relação a mim, ou sentia..


Um famoso conto de fadas. É isso que eu sinto quando estou "com você". Me sinto como uma garota a dançar a valsa com seu príncipe encantado. Como se não houvesse mais ninguém no salão, o tempo pára. Só consigo te ver e ouvir sua voz. Todos ao redor, somem, como num passo de mágica. 
E como num passo de mágica , eu queria que a realidade, a triste realidade, mudasse. Você se aproximaria e ficaríamos juntos para sempre. Sem bruxa, sem torre de castelo, sem rabo de sereia, sem nenhum empecilho.


@arymccartney

terça-feira, maio 04, 2010

Aún hay algo de amor.


Eu não quero que tudo acabe desse jeito. Eu de um lado e você de outro, não.
Vou lutar até o fim, até quando eu não tiver mais forças.


Não aprendi a tocar "pensa em mim" atoa. Não gastei tardes à fio, olhando por aquela janela para depois tudo terminar desse jeito.
Não quero te esquecer, a verdade é essa. Não quero te "perder", quero te ter para mim, para sempre.
Você me faz muito bem, não tem ideia do quanto! Nem de longe.


Você continua sendo para mim, um príncipe encantado, um herói. Alguém muito importante.
Não vou deixar você me esquecer. Farei de tudo para que isso não acabe assim. 
Não é possível que você não sinta mais nada. Por mais que eu ache que meu amor por você está morrendo, ainda resta algo em mim, aún hay algo de amor. E acredito fielmente que em você também.


Queria que você acordasse amanhã, e enxergasse que o seu amor sou eu, alguém que sempre esteve aqui, e que sempre vai estar, quando você precisar. Que já te amei mais que qualquer coisa na minha vida, que só não o amo mais assim, porque vivo cercada de incertezas e inseguranças. Se não fosse isso, ainda te amaria assim. Porém se você vier, tenho certeza que consigo recuperar esse amor, porque ele sempre esteve aqui, desde o dia em que eu te conheci. Ele só despertou e agora está querendo adormecer, mas não deixarei ele adormecer, tentarei de tudo para que você seja meu. 


Mírame bien, que aún yo sigo aquí. Muriendome, por encontrarte en mí. Mírame bien, que aún yo sigo aquí. Escúchame, no sé vivir sin ti.


@arymccartney

domingo, maio 02, 2010

Forget you?





Estou confusa de mais para saber o que é certo agora. Estou pensando... Será que já é mesmo hora de te esquecer? 
Apagar da memória tudo o que senti em relação a você, todos os momentos fofos/românticos que "a gente" viveu?  Será que eu estou pronta pra dizer adeus a tudo isso? 
Não queria desistir de tentar, sem ao menos te dizer o que sinto. Mas um dos problemas, está ai.


Como vou te dizer o que sinto, sem medo da sua reação? Ainda mais agora que você parece tão distante de mim, parece nem lembrar que eu existo mais.
Para mim isso não é fácil. Pode ter certeza. Ainda mais agora que a depressão parece estar voltando... não sei em quem vou me apoiar, quem vai me dar forças, quando eu só preciso de você comigo, para que tudo fique bem.


Porque você está agindo assim? Porque se esqueceu de mim? Achei que o sentimento era mútuo...
Parece que estou enganada, e que tudo não passou de uma ilusão que você criou pra mim viver. Você me fez acreditar que você se interessava por mim, e me fazer te amar a cada dia mais. 


Ah, não. Na verdade a culpa é minha, por ter acreditado nisso tudo, quando eu precisava de algo pra acreditar pra me fazer viver.
Mas agora é a pior parte, esquecer tudo, apesar de que, eu não quero isso. Mas você me obriga a fazê-lo, porque se agora está assim, mais tarde vai estar bem pior, e eu vou
sofrer ainda mais. :/


@arymccartney